Browse By

Eleitores com deficiência tem até 4 de maio para solicitar transferência

tituloOs eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida que necessitem ser transferidos para uma seção eleitoral especial devem fazer esta solicitação até o dia 4 de maio. Esses locais de votação são distribuídos estrategicamente entre as Zonas Eleitorais e o eleitor especial tem acesso a equipamentos que auxiliam no processo de votação, como fones de ouvidos e uma estrutura acessível.

Atualmente existem 12.597 eleitores com deficiência de qualquer tipo cadastrados na Paraíba. Segundo a coordenadora da Central de Atendimento ao Eleitor (Cenatel) e chefe da 70ª Zona Eleitoral, em João Pessoa, Alice Mesquita Targino Coelho, em cada seção, a Justiça Eleitoral designa a que possui mais acessibilidade para atender essas pessoas. “Os eleitores que tem necessidades podem escolher a seção e, por exemplo, quem possui deficiência visual recebe um fone de ouvido para conferir o voto assinalado”, explicou.

Em relação às pessoas que precisam de um acompanhante para votar, Alice lembra que, de acordo com os Atos Preparatórios previstos na Lei nº 9504/97, o eleitor que necessita, pode solicitar ao mesário da sua seção, no dia da votação.

Prazo final também para inscrição eleitoral, transferência, revisão ou segunda via de título
Os interessados em solicitar a primeira ou segunda via de título, revisar informações eleitorais ou transferir título também devem procurar o cartório eleitoral da sua cidade até o dia 4 de maio, 151 dias antes da eleição. Esse prazo é necessário para conferir os dados e cruzar informações que levem ao número exato de eleitores em todo o Brasil. Após essa data só será possível ficar em dia com a Justiça Eleitoral depois das eleições de outubro.

Até o momento, 307.626 eleitores realizaram esses procedimentos na Paraíba, em 2016. Alice Mesquita alerta para a triplicação do atendimento nos dez dias que antecedem o fechamento do cadastro e recomenda que não deixem para última hora, evitando filas.

Os que pretendem tirar o título pela primeira vez deve procurar o cartório eleitoral responsável por sua região portando um documento oficial com foto, certificado de quitação com o serviço militar (no caso de homem maior de 18 anos) e comprovante de residência, não inferior há três meses. Para pedir transferência, o eleitor deve levar apenas o documento oficial com foto e o comprovante do novo endereço.

Blog do Gordinho

Comentários